7 curiosidades sobre a carreira de detetive particular

Detetive particular: 7 curiosidades da carreira

0
279

Aline Matos

Para muitas pessoas, os detetives particulares só existem na ficção, em personagens como Sherlock Holmes. Para outras, essa área é uma profissão instigante e repleta de desafios. Saiba mais sobre a carreira que está cada vez mais popular no país!

Profissão reconhecida

Em 2017, a profissão de detetive particular passou a ser reconhecida pelo lei. De acordo com o texto que entrou em vigor, o profissional tem como função investigar e coletar informações de interesse do cliente. Para isso, o detetive deve preservar a identidade das pessoas envolvidas e não divulgar dados confidenciais.

Formação acadêmica

Por lei, o detetive particular não precisa ter uma formação acadêmica específica, como Direito. Porém, é importante que o profissional faça cursos de aprimoramento e siga as regras estipuladas para a sua atuação.

Seguir pessoas

Sim, os detetives podem seguir pessoas. Mas isso não é aleatoriamente. O profissional só segue quem e quando o cliente solicita. Por causa disso, a rotina desses investigadores nunca é a mesma. Há dias em que eles devem seguir uma pessoa desde às 05h até de noite, enquanto em outros eles passam mais tempo no escritório analisando os dados coletados.

Casos investigados

Ao contrário do que muitas pessoas podem imaginar, os detetives não investigam apenas casos de infidelidade. Embora esse seja um dos casos mais comum que levem as pessoas a querer investigar, os profissionais atuam ainda em situações de pessoas desaparecidas, identificação de paternidade e muito mais.

Equipamentos usados

No dia a dia, os profissionais utilizam uma série de equipamentos, desde papel e canetas até câmera fotográfica. Eles também podem utilizar alguns tipos de programas de computador para auxiliar na coleta de informações e na elaboração do relatório para o cliente.

Disfarce

Quando necessário, o detetive particular pode, sim, utilizar disfarces. Isso faz com que a pessoa que está sendo investigada não perceba que está em foco, nem se esconda. O disfarce irá ocorrer se o profissional julgar necessário para a investigação.

Preço do serviço

Geralmente, o detetive trabalha sob demanda. Os clientes podem contratar esse serviço por um período de tempo ou até que um caso seja resolvido. A forma de cobrança pode ser por horas gastas ou por diária. Para que o cliente possa definir se o preço é justo ou não, é importante que ele entenda todas as tarefas desenvolvidas por esses profissionais — que inclui, muitas vezes, passar quase todo o dia na rua acompanhando a rotina de uma pessoa.