Advogada morre baleada na fronteira de MS com Paraguai

0
226
Advogada morreu durante cirurgia em hospital da fronteira foto - Ponta Porã Informa

Dourados Agora

Segundo a polícia Laura foi baleada com 14 tiros de pistola 9 milímetros, no bairro Maria Victoria. Um homem encapuzado desceu da Toyota Hilux preta e atirou

Morreu na noite de ontem, a advogada Laura Casuso, 54 anos, vítima de um atentado ocorrido por volta das 19h45, em de Pedro Juan Caballero que faz fronteira seca com o Paraguai.

Segundo a polícia Laura foi baleada com 14 tiros de pistola 9 milímetros, no bairro Maria Victoria. Um homem encapuzado desceu da Toyota Hilux preta e atirou contra a advogada.

Ela foi encaminhada para o Hospital Regional e transferida para uma unidade particular sob forte esquema de segurança, onde morreu por volta das 23h30 de ontem durante cirurgia.

A caminhonete utilizada pelos pistoleiros para atacar Laura, que seria advogada de Jarvis Pavão e Marcelo Piloto, foi abandonada em uma estrada vicinal da colônia Estrela, próxima à linha divisória com o município de Ponta Porã.

Informações ou denúncias que possam ajudar o trabalho policial, devem ser repassadas pelos telefones: Polícia Militar: 190; Polícia Rodoviária Federal: 191; Polícia Militar Rodoviária Estadual (PMRE): 3421.0014; SIG: 3411.8080; DOF: 3411.8080; Defron: 3410.4800 e 3410.4800; Polícia Federal: 3410.1700 e 3420.1757; Polícia Civil – 1º Distrito Policial: 3411.8060; Polícia Civil, 2º Distrito Policial: 3424.6911 e 3424.5633; Guarda Municipal: 199; Polícia Militar Ambiental (PMA): 3357-1500– 9905-7763 – vivo – WhatsApp/ 9106-8628 – Claro / 8171-4270 – (Tim)/ 8475-0553 (Oi).