Brazon apresenta nova linha de purificadores que priorizam qualidade e segurança ao mercado de filtros

0
347

O mercado de filtros e purificadores apresenta uma grande variedade de produtos, que oferecem uma série de benefícios. Para escolher o aparelho ideal o consumidor leva em consideração diversos fatores, como:
• Número de pessoas que vão utilizar o purificador;
• Certificação do Inmetro;
• Elemento filtrante;
• Consumo de energia;
• Aparelho com água gelada;
• Design;
• Tamanho.
Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE apenas 51% das pessoas possuem filtro em suas casas, cenário que favorece o crescimento do setor de purificadores no Brasil.

O desenvolvimento desse segmentocontribui para o aparecimento de oportunistas que oferecem produtos piratas, com preços e qualidade abaixo da média. Por isso, no próximo ano, haverá uma alteração nas certificações obrigatórias pelo Inmetro.

Purificador2

Novos parâmetros na medição de qualidade

Atualmente são feitos testes de cloro, partículas e bactérias. Em 2016, os fabricantes serão obrigados a experimentar a capacidade de refrigeração e consumo de energia elétrica dos purificadores e filtros comercializados.

O cliente deve ser informado sobre o resultado do teste por meio de etiquetas que estejam de acordo com as normas do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE). O consumidor deve prestar atenção na hora de escolher os produtos e atentar para as certificações do Inmetro, desde parte técnica à efetividade contra bactérias.

A Brazon, empresa presente no segmento há 20 anos, busca fazer as auditorias mais exigentes para qualificar os seus produtos. “A Brazon tem um elemento filtrante de 5 fases de purificação, que por meio de um processo químico com minerais, deixa a água ideal para o consumo”.

Geralmente, as empresas usam o sistema de Fibra Oca (HollowFibre) nos aparelhos. O método consiste em um processo físico, que com o passar do tempo e acúmulo de bactérias, as libera novamente na água purificada.

A Brazon é uma das únicas do Brasil a tratar a água com ozônio, que traz diversos benefícios à saúde. “Temos a preocupação de trabalhar de forma sustentável para diminuir o impacto de nossas ações no planeta”. Os principais cuidados são:

· Baixo consumo de energia elétrica;
· Materiais excedentes doados para companhias de reciclagem;
· Sistema gerador de ozônio;
·Gases refrigerantes ecológicos (R134a);
·Utilização de materiais atóxicos na produção dos aparelhos.
As novas medidas têm o objetivo de oferecer produtos de mais qualidade e também educar os consumidores quanto à tecnologia de refrigeração e qualidade na purificação da água.

Fonte: Brazon

Artigo: WSI – Ruth Marques