Casa do Trabalhador, prefeitura e SENAI buscam novos vagas para desempregados da usina Maracaju

0
480

Assessoria de Imprensa

Na tentativa de dar um suporte e auxílio na recolocação  no mercado de trabalho dos   demitidos da Usina Maracaju; a Casa do trabalhador, Prefeitura Municipal,Senai,  criaram uma força  tarefa em manter contacto com empresas do ramo usineiro

O resulto foi positivo várias empresas   mostraram interesse  na contratação de mão de obra  qualificada, Agro Torno, Odebrecht Dourados, Usina Caarapó mantiveram contato para aquisição de funcionários,  hoje dia 21 e amanhã dia 22 Odebrecht de Mineiros, Goiás, está realizando entrevista e analise de currículo vitae para contratação imediata. A intenção e  empregar  cem pessoas neste primeiro momento  e até fevereiro de 2018 outras cem.

Para o prefeito  Municipal esse auxilio é fundamental. Nesse momento, muitos trabalhadores ficam a principio sem saber como dar o próximo passo, o suporte até com psicólogo ajuda nessa  decisão a tomar.  O município já auxilia com cursos profissionalizantes em todas ás áreas, e agora estamos buscando  várias alternativas. Em breve teremos mais três grandes investimentos no município na área  comercial, empresas multinacionais  no seguimento de eletroeletrônico,e vai utilizar    muita mão de obra, disse Maurílio.

A Casa do Trabalhador  vai continuar buscando contatos com outras empresas fora do município e dentro do município em busca de mais vagas de trabalho.

O Gerente do SENAI unidade de Maracaju Luis Patrick de Andrade Soares, disse que o SENAI também ficou a disposição com a estrutura para acolher os demitidos e  as empresas  que buscam dar nova oportunidade de emprego, além disso, disponibiliza cursos profissionalizantes para qualificar os trabalhadores em busca de uma outra alternativa de trabalho.