Chorão é encontrado morto em SP; apartamento estava revirado e cheio de sangue

0
322

Foto:Ricardo Saibun

Chorão era torcedor ilustre do Santos Futebol Clube

O apartamento de Chorão, integrante do Charlie Brown Jr. que foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (6), estava completamente revirado e com muito sangue, afirmou o delegado Itagiba Franco, do DHPP (Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa). Segundo ele, o local estava bastante depredado, muito provavelmente pelo próprio Chorão.

Havia sangue no interruptor de luz, nas paredes e no chão, além de muitas garrafas de bebidas alcoólicas. O vocalista estava com um machucado na mão, que parecia ter sido causado por um forte soco desferido. Vizinhos afirmaram terem escutado um barulho de algo quebrando no apartamento de Chorão, por volta da 1h.

O delegado preferiu não entrar em detalhes sobre um possível uso de substâncias, já que o inquérito acabou de ser iniciado, mas contou que Chorão tomava remédios e parecia estar em depressão, possivelmente por problemas com a família e a mulher.

Chorão foi encontrado pelo motorista e seu segurança, que ia buscá-lo ontem ao meio-dia, mas o vocalista não apareceu. Até segunda-feira, Chorão estava em um hotel – segundo o delegado, ele não frequentava o apartamento, que tem cerca de 10 cômodos, com frequência. Preocupado, o motorista voltou ao apartamento na noite de ontem.

A Polícia Militar recebeu um chamado para averiguação de morte natural na residência do cantor às 5h18. O corpo foi encontrado no local e será examinado pela perícia. Inicialmente, o caso seria investigado pelo 14° DP, mas seguirá com o DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

As causas da morte ainda são desconhecidas.