Como o detetive particular atua na busca de desaparecidos

0
339

Camila Alves

A ação rápida e eficiente de um detetive particular pode ajudar a ter o melhor desfecho possível em um caso de desaparecimento

As estatísticas sobre desaparecimento de pessoas no Brasil são bastante consideráveis. De acordo com dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, de 2007 a 2016, foram 693.076 boletins de ocorrência que registraram desaparecimentos de pessoas.

Isso representa mais de 69.300 desaparecimentos por ano, 5.775 por mês, 192 por dia, 8 por hora. Provavelmente, até você terminar de ler esse texto, mais um boletim de ocorrência terá sido registrado por desaparecimento.

É claro que ninguém quer passar por esse tipo de situação, mas é muito importante saber como agir caso isso aconteça, de modo a maximizar as chances de encontrar o desaparecido são e salvo e no menor período de tempo possível.

Um profissional que pode fazer toda a diferença nesses casos é o detetive particular, que diferente do que muitos pensam, também pode utilizar suas técnicas e seu conhecimento para ajudar no caso.

Entenda o que deve ser feito nessas situações e qual é o momento ideal para contratar um investigador particular para ajudar no caso.

O que fazer em casos de desaparecimento?

Quando houver algum tipo de desconfiança sobre o desaparecimento de algum amigo, parente ou conhecido, deve-se procurar imediatamente a Polícia. Não é preciso esperar 24 horas do desaparecimento, ao contrário do que muitos pensam.

Esse é, fundamentalmente, o primeiro passo, já que o processo demanda agilidade total. Ao avisar a Polícia imediatamente, então ela terá melhores condições de se deslocar em uma área mais restrita e procurar pela pessoa desaparecida.

Quando se espera para tomar essa atitude, por mais que sejam apenas algumas horas, o caso pode ficar bem mais difícil de ser solucionado, já que quanto mais rápida for sua ação, menores são as chances de que a pessoa esteja muito longe.

No primeiro momento, o mais seguro e prático a se fazer é ligar para a Polícia, no número 190. Então, durante o atendimento, o policial buscará acalmar a pessoa e pedirá as informações necessárias, para que já seja possível iniciar a busca pelo desaparecido.

Quando o detetive particular entra no caso?

Sempre, em todos os casos, o primeiro contato deve ser com a Polícia. Depois disso, então, a pessoa já pode entrar em contato com uma agência de detetives particulares para ajudar na investigação.

As capacidades e características de um detetive particular são vastamente conhecidas, como sua inteligência, agilidade, raciocínio lógico e uso das melhores técnicas e práticas possíveis. Então, ele pode ser um ótimo complemento para a investigação policial.

No momento em que ele começar a atuar no caso, então a primeira coisa a se fazer será conversar com quem procurou pelos serviços ou quem tenha o máximo de informações possíveis sobre o desaparecido.

O próprio detetive particular orientará as pessoas envolvidas na investigação a respeito de informações que podem ser importantes, mas algumas das principais são as seguintes:

  • Rotina habitual do desaparecido;
  • Lugares que ele gostava de visitar, como restaurantes, bares, clubes, casas de amigos e afins;
  • Possibilidade de que ele esteja envolvido com drogas ou problemas no trabalho, que fariam com que ele tivesse que fugir;
  • Existência de um relacionamento amoroso, bem aceito ou não pelos familiares, que poderia acarretar em uma fuga dos dois parceiros;
  • Eventuais problemas psicológicos, como depressão, síndrome do pânico, transtorno do pensamento acelerado e outras;
  • Comportamentos estranhos demonstrados nas últimas semanas, que fogem do convencional;
  • Novas amizades que pudessem motivá-lo a desaparecer para fazer parte do grupo.

Com as respostas a essas perguntas, então o detetive particular traçará um plano de ação e tentará relacionar os fatos da melhor forma possível. Por exemplo, se o desaparecido gostava de visitar um bar às quintas-feiras e ele desapareceu na sexta ou sábado, então pode ter passado lá antes.

Ao visitar esse local, o investigador pode encontrar alguma pessoa que tenha visto o desaparecido naquele dia, como o dono ou algum funcionário do bar, e até mesmo saber onde ele pode ter ido, caso tenha comentado algo do tipo com as pessoas que ali estavam.

Esse possível lugar pode ser outro dos preferidos do desaparecido, ou então pode ser que algum dos seus amigos ou familiares saibam que ele já teve um relacionamento com alguém daquela região, o que aumenta as chances de que ele seja encontrado.

Essa é apenas uma suposição, mas o detetive particular sempre tenta relacionar todos os fatos possíveis, que por mais que pareçam não fazer muito sentido na mente das outras pessoas, na sua pode indicar uma conexão importante, que pode trazer novas pistas para a solução do caso.

Enquanto tudo isso acontece, a Polícia também mantém as suas investigações, que podem ser combinadas com as do detetive particular, cuja colaboração no caso pode ser essencial para encontrar a pessoa desaparecida o quanto antes.

Todo caso de desaparecimento deve contar com o auxílio de um detetive particular?

De preferência, sim. Por mais que a Polícia seja imprescindível para a solução do caso, ela também precisa atender a outras ocorrências, inclusive de desaparecimento de outras pessoas, ao passo que o investigador particular atuará diretamente nesse caso.

Quanto mais pistas forem coletadas, mais eficaz será a condução da investigação, o que aumenta consideravelmente as chances de que ela seja solucionada.

Além disso, não se deve medir esforços quando o assunto é o desaparecimento de uma pessoa, já que uma das maiores alegrias que podem existir na vida é encontrar um desaparecido, o que certamente fará com que todos os esforços tenham sido válidos.

Para isso, fica a sugestão: aja rapidamente. Muitas vezes, esperar por mais um dia ou até mesmo por mais algumas horas pode ser crucial para solucionar o caso.

Também deve-se recorrer, sempre, aos serviços de uma empresa especializada e que já tenha muitos anos de experiência nos serviços de investigação de desaparecidos, o que aumenta muito as chances de sucesso.

Portanto, caso você venha a se deparar com essa situação, contate imediatamente a Polícia e, logo em seguida, um detetive SP. Dessa forma, o caso de desaparecimento tem muito mais chances de ser solucionado, e esse momento tão doloroso será superado da melhor forma possível.