Digitalização da TVE: Emenda parlamentar garante compra do transmissor e antena

0
82

Fora de pauta

Uma emenda parlamentar articulada pelo governador Reinaldo Azambuja, junto ao deputado federal    Resultados da pesquisa Elizeu Dionizio (PSDB), vai possibilitar a troca do transmissor e da antena analógica da TVE pela Digital para exibição de imagens em Campo Grande.

A troca faz parte do processo que atende o marco regulatório da TV-digital e atinge todas as emissoras de televisão no Brasil. Segundo o diretor-presidente da Rádio e TV Educativa (RTVE), jornalista Bosco Martins, são várias etapas que serão cumpridas e Campo Grande está em   estágio avançado: “ no começo do governo do instalamos o controle máster que é o “coração” da TVE e que agora já tem seu decodificador de sinais do satélite ativado, juntamente com a direção de TV e que estão prontas para retransmissão no sistema digital. Faltavam o transmissor e a antena que levarão as imagens da central da emissora até a casa do telespectador da Capital”, disse Martins. O governador Reinaldo se reuniu esta semana com o Deputado  Elizeu Dionizio em Brasília quando fecharam a parceria.

Para a transmissão do sinal digital a TVE para outros municípios o processo de troca de transmissor e de antena é o mesmo e consta do processo de digitalização para os 79 municípios, sendo que 22 já estão autorizados e os outros em andamento no Ministério das Comunicações.  Além da programação local, a TVE fechou parceria com a TV Cultura de São Paulo, considerada a terceira melhor programação de TV do mundo e disponibilizou para os sul-mato-grossenses em canal aberto (4) e fechado (15 da net.), podendo ainda ser assistida pelo Portal da Educativa.  A TVE se uniu a TV Cultura de SP e a TVE do Paraná para a adesão ao multicanal, requerendo autorização ao Ministério das Comunicações.

O governador, Reinaldo Azambuja assinou documento solicitando ao Ministério das Comunicações o reconhecimento da legitimidade da equiparação das entidades públicas de radiodifusão com os canais da União para transmitir sinais em multiprogramação.                                                                                Isso já ocorre de forma experimental na TV Cultura de SP, com os canais Univesp TV e Multicultura Educação. O multicanal da TV Cultura está aberto desde 2009.

A “afiliação” da TVE,  à TVE Paraná  e TV Cultura/SP de acordo com o contrato  assinado pelo governador Reinaldo Azambuja, tem  o compromisso com a missão-prima de “promover a formação crítica do homem para o exercício da cidadania, através da educação, cultura e entretenimento”.

Segundo o Governador Reinaldo Azambuja: “É apenas o começo do processo de digitalização do sistema, que é um trabalho técnico, mas enquanto cumprimos o marco regulatório estamos buscando o alinhamento de conteúdo, que também é uma exigência da mudança de comportamento e consumo do público. A TV digital é interativa e permite a programação simultânea por mais de um canal”,lembrou o governador.

O deputado Elizeu  Dionizio justificou sua emenda   no transmissor e na antena digital esclarecendo: “ Estamos diante de um processo irreversível no uso diverso dos receptores de TV e os dispositivos móveis, cada vez mais voltados para a necessidade e demandas do usuário, principalmente da nova geração, os chamados nativos digitais.

Nosso desafio se resume em buscar a melhor e mais eficaz forma de transmitir conteúdos de qualidade como os produzidos pelas emissoras públicas de MS”, finalizou deputado.