Escola Paroquial de Maracaju se Preocupa com Educação Empreendedora

0
355
Lidia Souza
Entre os eventos promovidos pela Escola Paroquial de Maracaju, a Feira do Empreendedor também é um momento muito especial. Ela aconteceu no último final de semana (09/11/2018) e teve o objetivo de fomentar a criação de um ambiente favorável para geração de oportunidades de negócio e estímulo do surgimento, a ampliação e a diversificação de empreendimentos sustentáveis, além de difundir o empreendedorismo como um estilo de vida nos alunos participantes do projeto JEPP.
O curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP  procura apresentar práticas de aprendizagem, considerando a autonomia do aluno para aprender, além de favorecer o desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gestão da própria vida.

Essa visão vai ao encontro dos quatro pilares da educação propostos pela Unesco:

-Aprender a conhecer, isto é, adquirir os instrumentos;

-Aprender a fazer, para poder agir sobre o meio envolvente;

-Aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas;

-Aprender a ser, via essencial que integra as três precedentes.

Dessa forma, o curso, aliado a um ambiente propício à aprendizagem, favorece o envolvimento dos jovens estudantes no próprio ato de fazer, pensar e aprender. Essas são características fundamentais dos comportamentos empreendedores, nos quais o estudante e o grupo em que está inserido reconhecem que suas contribuições são importantes e valorizadas.

Para o Diretor Geral da Escola Paroquial Luiz Augusto Cunha: “A Feira consolida educação e negócios. Quem participa tem, de um lado, apreciação e acompanhamento do desenvolvimento das crianças, e também adquirir produtos com baixo custo. Do outro, os alunos empresários e realizadores, colocam à venda o que produziram, pois o evento é também um excelente canal de comercialização sustentável.” Finalizou.
A professora de Empreendedorismo Lídia Souza Krutul (Fundamental 2 e Ensino Médio): “A ideia inicial permanece neste 4º ano de Feira: oferecer aos alunos, conhecimento do plano de negócio e desenvolver comportamentos empreendedores, sendo que a educação empreendedora atua como transformadora nos alunos e incentiva-os à quebrar paradigmas.”
Já a professora Juliana Viapiana Baldin (Professora do projeto JEPP dos alunos do Fundamental 1) diz que: “Durante a realização do evento, os alunos empreendedores obtêm informações e dicas com os clientes e têm a oportunidade de entrar em contato com uma simulação real de um negócio, criando um espaço adequado para desenvolver suas habilidades treinadas durante todo o ano de projeto”.
Para Carla Serafini, Diretora da Escola Paroquial: “A proposta pedagógica do JEPP para cada ano do ensino fundamental, por meio de atividades lúdicas, gera um ambiente da aprendizagem sensibilizando os estudantes a assumirem riscos calculados, a tomarem decisões e a terem um olhar observador para que possam identificar, ao seu redor, oportunidades de inovações, mesmo em situações desafiadoras”.
A Feira do Empreendedor da Escola Paroquial de Maracaju acontece no mês de Novembro e tem o apoio da equipe docente e pedagógica da Escola, empresários locais, pais e comunidade e orientação do Sebrae/MS.