Judô do MS conquista duas vagas para o Pan e Sul-Americano Sub-13

0
258

Ascom Fundesporte

O Brasileiro sub-13 movimentou o Ginásio do Rádio Clube Campo com a participação de 26 estados e mais de 340 atletas neste final de semana

O Campeonato Brasileiro de Judô Sub-13 aconteceu neste final de semana no Rádio Clube Campo em Campo Grande. Em torno de 340 atletas, 80 técnicos, 25 árbitros e mais 50 staffs de 26 estados brasileiros, participaram da etapa classificatória para o Pan e o Sul-Americano da categoria, previsto para novembro, em Gauiaquil, no Equador.

A delegação de Mato Grosso do Sul encerrou o Campeonato Brasileiro com seis medalhas e duas vagas para o Pan e o Sul-Americano, ficando em 3º lugar no geral (masculino) da competição.

O atleta sul-mato-grossense Marcos Paulo Silva conquistou o ouro nos -34kg, fez cinco lutas e derrotou adversários do Ceará, Santa Catarina e Distrito Federal para alcançar a semifinal. Na disputa pela vaga para a decisão, passou por Wendel Melo (SP), e na briga pelo ouro, derrotou por ippon Vinicius Meireles (RJ). O título deu ao dono da casa a vaga ao Pan-Americano.

Já o campo-grandense Kalebe Martins garantiu a medalha de prata (-60kg), e a vaga para o Pan no Equador.

Os judocas Lucas Faleiro (-28kg), Ana Hisano (-38kg), Igor Giolo (-42kg) e Isabeli Gonçalves (-42kg) ficaram com o bronze nas respectivas faixas etárias.

No ranking geral, somadas masculino e feminino, o MS terminou em sétimo lugar entre as 26 federações. As meninas ficaram em 10º no quadro de medalhas.

Durante a cerimônia o mestre João Batista da Rocha foi homenageado e graduado com o 8º Dan, uma das faixas mais importantes da modalidade. “ É extremamente gratificante poder receber esta graduação nesta dimensão e estar participando ativamente desse processo que muito nos orgulha, enquanto judoca, particularmente, é uma alegria prestar nossos serviços em razão do desenvolvimento do Judô no nosso Estado e consequentemente no Brasil, um momento de muita emoção, e mais do que isso aumenta nossa responsabilidade no sentido de continuar trilhando e ensinando os caminhos do verdadeiro judô”, ressalta o mais novo Shihan João Batista.

Cesar Paschoal, Presidente da Federação de Judô do MS, falou sobre importância da realização de eventos nacionais no Estado, “ A Proposta é fomentar prática do esporte entre crianças e adolescentes, uma vez que assistindo as lutas se sentem incentivados a treinar, e os que já treinam passam a pegar mais forte e os que perderam mais ainda, é uma forma de provocar desafios, acreditando que é possível ganhar um brasileiro, a superar as dificuldades e além de tudo, trabalhos em prol da formação do jovem, por que na regra do judô aquele atleta que caiu é obrigado a levantar, e os tombos servem de aprendizado para a vida, sempre haverá um recomeço e a chance de vencer”.

Muitos fãs do esporte participaram do campeonato organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ) junto a Federação de Judô do MS e com apoio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Confira a classificação Geral do Brasileiro de Judô Sub-13

ZEMPO geral – CBJ