Luan Pimentel conquista o bicampeonato do Parapan-Americano de Judô

0
409

Fundaesporte

O judoca Luan Simões Pimentel, natural de Camapuã, conquistou a medalha de ouro do 2020 IBSA Judo American Championship, considerado o Parapan-Americano da modalidade para atletas com deficiência visual. A competição, organizada pela Federação Internacional dos Desportos para Cegos (IBSA), foi realizada em Montreal, no Canadá, de 10 a 12 de janeiro.

O sul-mato-grossense era o atual campeão do torneio continental, na categoria sênior leve, até 73 quilogramas. A seleção brasileira de judô, composta por 12 atletas, ainda assegurou mais oito medalhas, das quais quatro foram de ouro, três de prata e uma de bronze.

O evento no país norte-americano foi primeiro do ano contando pontos para o ranking mundial, que serve como base para definir os participantes brasileiros nos Jogos Paralímpicos de Verão 2020, em Tóquio, no Japão. O evento multiesportivo acontecerá de 25 de agosto a 6 de setembro. Na última lista, divulgada em outubro do ano passado, Pimentel aparecia na 14ª posição. Apenas 12 farão parte da delegação verde e amarela.

“Essa competição foi muito importante para mim, estava precisando de bastante pontos no ranking para subir o mais rápido possível. Consegui a medalha de ouro e vou continuar na briga pela vaga”, destacou Pimentel, judoca que representa o Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos “Florivaldo Vargas” (Ismac), de Campo Grande.

Para alcançar o lugar mais alto do pódio em Montreal, Pimentel encarou – e derrotou – três adversários que já havia superado nos Jogos Parapan-Americanos 2019 de Lima, no Peru, para garantir mais uma condecoração dourada para o currículo. Assim como na capital peruana, seu oponente na final foi o argentino Rodolfo Fabian Ramirez, novamente derrotado por ippon. Na trajetória rumo ao ouro, o camapuanense ainda venceu o mexicano Abraham Ortiz e Anthony Ferraro, dos Estados Unidos.

2020 IBSA Judo American Championship foi a última competição do continente americano antes das Olimpíadas de Tóquio. Além da parada no Canadá, as etapas da Inglaterra (em abril) e Azerbaijão (em maio) do Grand Prix, da IBSA, também somarão pontos na disputa pelas vagas paralímpicas no judô.

Luan Pimentel tem baixa visão (classe B3) devido ao albinismo. O atleta de Camapuã é um dos contemplados pelo programa Bolsa-Atleta, na categoria pódio complementar, criado e oferecido pelo Governo do Estado, por intermédio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). No dia 30 de dezembro, Pimentel também foi selecionado pelo Bolsa-Atleta federal, na categoria internacional, da Secretaria Especial do Esporte e é um dos 93 sul-mato-grossenses beneficiados.

*Com informações da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV).

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto: Divulgação/CBDV

Assessoria de Comunicação da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul