Murilo inicia obras de asfalto e garante que o investimento muda a vida de moradores

0
420

Acompanhado do vice-prefeito Odilon Azambuja (último à direita), e do secretário de Planejamento Luiz Roberto Martins, Murilo (primeiro à esquerda) vistoriou obras de asfalto e conversou com moradores (Foto: A.Frota)

Acompanhado do vice-prefeito Odilon Azambuja (último à direita), e do secretário de Planejamento Luiz Roberto Martins, Murilo (primeiro à esquerda) vistoriou obras de asfalto e conversou com moradores (Foto: A.Frota)

O prefeito Murilo Zauith (PSB) anunciou oficialmente na sexta-feira (19), o início da aplicação do recurso de R$ 52 milhões em asfalto para Dourados, contratados junto à Caixa Econômica Federal. Ele visitou algumas regiões da cidade onde as obras já estão em execução, pode sentir a comemoração dos moradores e garantiu que a cidade entra em uma nova fase, que é o caminho para os cem por cento de asfalto.

Ainda na semana passada Murilo reuniu dirigentes da Caixa Econômica Federal, da Sanesul e de construtoras que executam as obras desse pacote de recurso, quando falou de sua preocupação com paralisação da pavimentação por conta de serviços de responsabilidade da Sanesul. Porém a empresa se comprometeu a desenvolver um trabalho com um cronograma semelhante ao da Prefeitura para que o asfalto não atrase.

Esse sistema evita que o asfalto seja cortado, como ainda ocorre nos projetos de asfaltamento antigos, fazendo que a camada asfáltica dure muito mais. Até mesmo nos terrenos ainda sem construção já fica prevista as ligações de água e esgoto. “Não vou deixar cortar asfalto depois; tem que ser feito tudo agora. Temos que ter zelo com o dinheiro público”, garantiu Murilo na sexta-feira, a moradores do Parque dos Coqueiros.

Ainda no Parque dos Coqueiros Murilo conversou com o morador há 14 anos no bairro Eraldo Teles de Menezes, 44 anos. “Estamos cumprindo uma promessa de campanha; eu vim aqui e falei que ia fazer asfalto e estou fazendo. Vou entregar o asfalto com ligação de água e esgoto. Só peço que vocês façam as calçadas para que a cidade possa ficar cada vez mais bonita”, disse Murilo. “Pode deixar que vamos fazer a calçada; estamos muito felizes com o asfalto”, afirmou Eraldo, que é dono de uma oficina mecânica.

Acompanhado do vice-prefeito Odilon Azambuja, do secretário de Planejamento Luiz Roberto Araújo e de responsáveis pelas construtoras que executam as obras, Murilo esteve também na Avenida Wilson Gabiatti e no Jardim clímax. “Estou muito contente prefeito; nossa vida vai ser outra a partir de agora”, disse a Murilo o servidor público Cláudio Barbosa, que mora há 17 anos na Avenida Wilson Gabiatti, no Canaã III, sem asfalto.

O recurso de R$ 52 milhões é de financiamento obtido pela Prefeitura na Caixa. Com isso, Murilo vai asfaltar quase 100% das ruas de terra nos bairros antigos, resolvendo um problema histórico. O recurso só foi obtido graças à austeridade administrativa implementada pelo prefeito, que resgatou a credibilidade de Dourados.