Polícia Civil conclui investigações sobre morte ordenada por facção criminosa com 05 indiciados

0
425

Assecom Polícia Civil

A Delegacia de Polícia de Maracaju conclui o Inquérito Policial que investigava a morte da vítima Oeder Fermino dos Santos o qual foi sequestrado em sua casa no dia 23/05/2018 na Vila Juquita e levado até uma plantação de milho atrás do Bairro Ilha Bela onde teve seu pescoço cortado e foi alvejado por pelo menos três disparos de arma de fogo.

Conforme as investigações, a vítima realizava o tráfico de drogas na cidade e estava sendo ameaçada a pagar valores decorrentes da compra de um quilo de maconha que pertenceria a facção criminosa.

No dia dos fatos, a vítima foi atraída a um bar por Roger de Morais Ribeiro o qual apesar de ser amigo da vítima também foi coagido a participar do crime devido a dívidas que possuía com a facção criminosa.

Roger passada as informações da localização da vítima para a indiciada Aline Farias da Silva, vulgo ‘faxinha’, que repassava para José Paulo Santurião Felismino o qual estava na companhia de seus comparsas Alex Soares da Silva e Valdomiro Borges Araújo, vulgo ‘pouca idéia’.

Após sair do bar, a vítima retornava para sua casa quando os indiciados José Paulo Santurião Felismino, vulgo ‘Paulinho, Alex Soares da Silva e Valdomiro Borges Araújo, vulgo ‘pouca idéia’, mediante ameaçada empregada com uma arma de fogo obrigaram a vítima a adentrar um veículo.

A vítima foi levada até uma residência no bairro Vila do Ovídeo onde foi mantida em cárcere privado e submetido a um julgamento pelos integrantes da organização criminosa e em seguida, a vítima foi levada até a plantação e executada.

Os indiciados José Paulo, Alex e Valdomiro foram presos preventivamente e negaram a participação no crime.

A indiciada Aline teve sua prisão preventiva decretada mas se encontra foragida.