Polícia Civil de Maracaju prende autor de homicídio de ex-candidato a vereador

0
471

ASSECOM Polícia Civil

Na noite de hoje, o Setor de Investigações Gerais (SIG) cumpriu mandado de prisão preventiva expedido pelo juízo da 1ª Vara de Maracaju em desfavor de ROGÉRIO BEZERRRA (37 anos).

Após a conclusão das investigações da morte de Adjalmo Vargas Machado, ocorrido no dia 13/11/2017, em frente sua casa, na Vila Juquita, com disparos de arma de fogo, cujo procedimento angariou fartos elementos probatórios que indicavam ser Rogério Bezerra o autor do crime, dentre as eles as várias testemunhas ouvidas que comprovaram que a vítima visualizou o autor e antes de morrer e apontou Rogério como seu algoz.

Também foram encontradas no local de trabalho de Rogério as roupas utilizadas no momento do crime que traziam consigo marcas de barro e carrapicho, demonstrando sua trajetória até o local do crime e da fuga, bem com vestígios de chumbo, que foram expelidas com os disparos da arma de fogo.

Outro argumento que levou a sua prisão é que Rogério estava disseminando histórias falsas sobre a morte da vítima, imputando a terceiros a autoria, no intuito de afastar de si a responsabilidade criminal e também estava coagindo testemunhas e familiares, sendo que estes recentemente fizeram uma reinvindicação para mostrar a justiça a comoção social que a morte de Adjalmo trouxe na sociedade maracajuense, o que levou a Autoridade Policial a representar pela prisão preventiva que foi deferido pelo juízo, cuja medida cautelar foi cumprida na casa de Rogério que não ofereceu resistência.

Rogério foi encaminhado a Penitenciária de Dois Irmãos do Buriti onde ficará a disposição da justiça.