Produção de etanol ultrapassa 2 bilhões de litros em MS

0
174

 Eliane Salomão

Imagens: Divulgação/Biosul

1,5 milhões de litro de hidratado e 475 mil litros de anidro foi o volume produzido até a segunda quinzena de agosto.

Campo Grande, 14 de setembro de 2018 – A produção de etanol alcançou 2.020 bilhões de litros na safra 2018/2019 em Mato Grosso do Sul, um volume 60% maior comparado ao mesmo período do ano anterior. Até a segunda quinzena de agosto, a produção de hidratado foi de 1,5 bilhão de litros e anidro 475 mil litros.

Neste mesmo período, a moagem de cana-de-açúcar atingiu 30,5 milhões de toneladas, um volume 11,2% maior comparado à safra anterior. A quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR), que reflete a qualidade da cana para colheita, cresceu 5%, atingindo 134,72 kg/tonelada de cana no período acumulado contra 128,07 kg/toneladas de cana no mesmo período da safra passada.

A produção do açúcar continua em queda com relação ao mesmo período da safra anterior. Até a segunda quinzena de agosto a produção foi 29,9% menor com volume de 649 mil toneladas, enquanto que o mesmo período do ano passado o registro foi de 940 mil toneladas.

Os números refletem no mix de produção desta safra que é de 83,2% para etanol e 16,8% para açúcar no período acumulado. Já na segunda quinzena de agosto, o percentual da produção foi de 80,7%  e 19,3%, respectivamente.

De acordo com o presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho, questões climáticas têm contribuído para a colheita da cana no Estado. “Ainda que em agosto a gente tenha observado um pouco mais de chuva que a média histórica, a gente consegue se manter adiantados com relação à safra passada”, explica. “Com relação a produção de etanol, as unidades mantêm a tendência registrada ao longo da safra”, completa.

Biosul

A Biosul – Associação de Produtores de Bioenergia de Mato grosso do Sul é a entidade representativa da indústria sucroenergética do Estado. Foi criada em 2008, com perfil voltado para o associativismo, fruto do interesse setorial em comum do Sindal-MS, Sindaçúcar-MS e Sinergia-MS (Sindicatos das Indústrias de Fabricantes de Álcool, de Açúcar e de Geração de Energia Elétrica de Pequeno e Médio Porte). Junto às associadas fomenta a troca de experiência, conhecimento em tecnologia e inovação por meio de comitês técnicos. Atualmente, todas as usinas em operação em Mato Grosso do Sul estão associadas à Biosul.