Programa Geneplus-Embrapa apresenta resultados da Prova de Avaliação de Desempenho do Senepol

0
182

O resultado da 5ª edição da Prova de Avaliação de Desempenho do Senepol (PADS), realizada na Fazenda San Francisco (Miranda, MS), foi anunciado nesta quinta-feira, 14, na Embrapa Gado de Corte. Coordenada pelo Programa Geneplus-Embrapa, em parceria com o Núcleo Brasileiro de Melhoramento do Senepol (NBM Senepol), a prova contou com a participação de 108 animais. A principal finalidade é identificar touros jovens melhoradores para a raça.

Os animais foram divididos em duas provas de acordo como o mês do nascimento. Na prova 1, com nascidos de junho a agosto de 2014, os três primeiros colocados foram CMI 1791 (PRR 7013S x RD 6801J), BAMA 1611 (WC 98N x N2302) e BAMA 1576 (WC 98N x N2302). Já na prova 2, para touros nascidos de setembro a novembro de 2014, os três primeiros colocados foram GOUD 549 (OLR UNICO ROJO x SOL 31), CMI 1833 (ZEKE DA AGIR x HOTSTUFF 104F) e SL 179 (PRR 840 x GRAND DUO).

A Fazenda CMI (Camapuã, MS) foi um dos destaques na avaliação e recebeu quatro certificados, incluindo o primeiro lugar na prova 1. “A Senepol CMI sempre buscou melhoramento genético e melhor qualidade dos animais, então conseguir essas colocações na PADS é um reconhecimento de que estamos no caminho certo”, disse a representante da propriedade, Carine Pauperio.

Durante a apresentação, o zootecnista do Programa Geneplus-Embrapa, Lucas Silva, anunciou uma novidade para a próxima PADS, que começa no dia 1º de julho e vai até abril de 2017, que é a inclusão de fêmeas na prova. “A intenção é identificar fêmeas precoces e mais produtivas para que sejam uma forma de escolha de doadoras dentro dos rebanhos selecionados da raça”, explicou.

ATJPLUS

Os animais que se destacaram na PADS são pré-candidatos ao Programa de Avaliação de Touros Jovens da raça Senepol (ATJPLUS) que, a partir deste ano, conta com a parceria da central de inseminação artificial ABS Pecplan. “O ATJPLUS visa fomentar o uso de touros jovens nos rebanhos, contribuindo para a redução do intervalo de geração e, consequentemente, para o progresso genético da raça”, explica o pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Gilberto Menezes, um dos coordenadores do Programa de Melhoramento do Senepol no Programa Geneplus-Embrapa.

Kadijah Suleiman
Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO)
Embrapa Gado de Corte