Projeto apresenta amassador de garrafas PETs a catadores de recicláveis de Corumbá e Ladário

0
62

Daniel Pedra

Um grupo de alunos da Escola do Sesi de Campo Grande (MS), que participou do desenvolvimento do Urupet, amassador portátil de garrafas PETs premiado pela associação educativa Junior Achievement e considerado uma das 11 invenções mais inovadoras do Brasil no Desafio Criativos da Escola 2016, esteve na Escola do Sesi de Corumbá (MS) nesta segunda-feira (03/07) para apresentar o protótipo para os alunos e, principalmente, aos catadores de materiais recicláveis da cidade e também de Ladário.

A ação faz parte do projeto “Urupet na Estrada”, que vai percorrer as escolas do Sesi do Estado até o próximo dia 6 de julho para apresentar o protótipo como ferramenta facilitadora para os catadores de materiais reciclados, além de demonstrar conceitos de robótica e empreendedorismo estudados nas escolas da rede. Depois de Corumbá, o projeto vai passar pelos municípios de Maracaju e Dourados nesta terça-feira (04/07), Naviraí na quarta-feira (05/07) e Três Lagoas e Aparecida do Taboado na quinta-feira (06/07).

A diretora da Escola do Sesi de Corumbá, Miriam Corrêa da Silva de Jesus, classificou a apresentação como um momento de troca entre os alunos e a comunidade. “Tanto os nossos alunos, quanto os catadores de materiais recicláveis ficaram muito satisfeitos com a dinâmica utilizada pelos alunos de Campo Grande. Esse tipo de projeto resulta, invariavelmente, em crescimento para todos que participam”, declarou.

Um dos catadores que participaram da ação, Samuel Moreira, afirmou tratar-se de uma experiência válida sobretudo pelo fato do protótipo representar uma preocupação social dos alunos que o desenvolveram. “Além disso, o Urupet é feito de material barato e fácil de encontrar. Agora, vou tentar replicar a ferramenta junto aos catadores que trabalham junto comigo”, disse.

Segundo o professor César Henrique Zanatto, os alunos já estão extremamente familiarizados com o projeto, fator que facilita a apresentação. “Acredito que esse ciclo de viagens estimule a realização de novas pesquisas, de novos projetos. Replicar o resultado desse projeto nas escolas da rede é uma ação muito interessante, mostra que o Sesi está disposto a apoiar projetos úteis e interessantes como o Urupet”, afirmou.

Pedro Lucas Rocha Kohakura, de 13 anos, que está no 8º ano do Ensino Fundamental e integra a equipe que desenvolveu o protótipo, explica que, para a apresentação em Corumbá, foi levado um Urupet pronto e mais os materiais para montar outra unidade na presença dos catadores e demais alunos. “O mais legal é que ninguém esperava essa repercussão toda. Fizemos o protótipo com o único objetivo de ajudar as pessoas que vivem da reciclagem e acabamos reconhecidos a nível nacional”, relatou.

Já Pedro Victor da Silva Pacheco Moreira, de 14 anos, que é aluno do 8º ano do Ensino Fundamental da Escola do Sesi de Corumbá, disse não se surpreender com o reconhecimento dos colegas da Capital. “A escola oferece várias oportunidades e eles inventaram algo muito útil. Fico feliz por eles e ainda mais estimulado a participar das aulas de robótica”, declarou.

foto 1 (30)

foto 4 (6)

Leia mais no site www.fiems.com.br ou pelo link http://www.fiems.com.br/noticias/projeto-apresenta-amassador-de-garrafas-pets-a-catadores-de-reciclaveis-de-corumba-e-ladario/23945