Redução da emissão de carbono na agricultura é assunto do Showtec 2018

0
652

Christiane Congro Comas

Novamente, a Embrapa marca presença e apoia o Showtec, evento realizado pela Fundação MS e que está em sua 22ª edição. O evento acontece de 17 a 19 de janeiro, na Estação Experimentação da Fundação MS, em Maracaju/MS e conta com uma estimativa de público de 16 mil visitantes durante os três dias de atividades.

 

O evento aborda o tema “Carbono Zero”, que se refere às técnicas e tecnologias aplicáveis a agropecuária moderna, que retira o carbono prejudicial da atmosfera e o fixa no solo como componente melhorador das condições físicas e químicas das terras cultivadas.

 

O Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agropecuária Oeste, Auro Akio Otsubo, destaca que a Embrapa Agropecuária Oeste (Dourados/MS) realiza inúmeras pesquisas relacionadas aos sistemas integrados de produção. Desta forma, os visitantes que passarem pelo estande da instituição poderão conhecer melhor algumas pesquisas e tecnologias desenvolvidas, especialmente as relacionadas a temática. “Pesquisas relacionadas ao manejo de cana, soja, milho, mandioca, enfim, diversas culturas contam com tecnologias que podem contribuir com a redução da emissão de carbono”, salienta Auro. Ele disse ainda que “temos acompanhado e comemorado o crescimento e a consolidação do Showtec, pois a Embrapa participa desde a 1ª edição do evento”.

 

Painéis – Na tarde de quarta-feira, 17 de janeiro, a partir das 14h, acontece no estande da Embrapa, o painel intitulado “Da porteira para dentro: Gestão e inovação no agro”. Esse painel será realizado

 

Na quinta-feira, 18 de janeiro, a partir das 9hs, o painel “Sistemas de Produção em MS – Desafios e soluções”. Dividido em duas etapas ao longo do dia, a Parte 1, acontece pela manhã e contará com duas palestras, seguida de debate, com moderação de André Dobashi – Fundação MS. As palestras são “Impacto fitossanitário dos cultivos sucessivos”, proferida pelo pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Crébio José Ávila e “Fertilidade do solo em sistemas de integração”, proferida pelo pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Manuel Claudio Motta Macedo.

 

O painel terá continuação no período vespertino, a partir das 14hs. Na segunda etapa, serão realizadas duas palestras, também seguida de debate. O tema da primeira será “Emissão de Carbono em sistemas de produção agropecuária”, com palestra proferida pela pesquisadora da Embrapa Agropecuária Oeste, Michely Tomazi. Já, a segunda palestra será sobre “Estoque de carbono do solo e produtividade agrícola”, proferida pelo pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Julio Cesar Salton.

 

Na sexta-feira, 19 de janeiro, pela manhã, a partir das 8h, acontece o Painel – 4º Ciclo de Seminários Agrícolas do Setor Sucroenergético, com moderação de José Trevelin Júnior (Biosul). No período da tarde, a partir das 14h, acontece o painel de Encontro de Jovens da Agropecuária, com moderação de Rafael Gratão (Sistema Famasul e Movimento Nacional de Produtores – MNP).