Reinaldo e partidos aliados discutem nova estrutura de Governo

0
212

O governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) reuniu, neste domingo (14), os presidentes e lideranças dos partidos que formaram a coligação encabeçada pelo tucano para a disputa eleitoral e ressaltou a necessidade de trabalharem juntos no novo modelo de Governo apresentado nesta semana. Reinaldo reafirmou também que não dará secretarias a nenhum partido e que todos os integrantes do seu Governo serão escolhidos pela formação técnica.

 

“Essa foi uma reunião positiva, principalmente para apresentar a estrutura organizacional da nossa gestão que não será montada pelos critérios políticos, mas sim pelos critérios técnicos”, ressaltou.

 

Após as eleições, Reinaldo Azambuja  tinha conversado com seus aliados, mas esse foi o primeiro encontro que reuniu todos. “Hoje culminou nessa reunião com todos os partidos aliados – que estiveram com a gente desde o início do processo – para discutirmos esse modelo de gestão”, disse.

 

A abordagem também foi sobre a atual situação do Estado e as prioridades dos primeiros dias do Governo tucano em Mato Grosso do Sul. “Entendo a importância de cada um desses partidos em relação a essa estrutura governamental como base, para administrarmos bem esse Estado”, completou.

 

Bons quadros 

Para preencher a nova estrutura da gestão estadual, o governador eleito não abre mão do critério técnico dos indicados. Reinaldo lembrou que cada um dos seis partidos que caminharam juntos na campanha eleitoral tem excelentes quadros para indicar.

 

 “Já temos aliados participando da formação do primeiro e do segundo escalão do nosso Governo, mas a tônica das conversas com eles é o que sempre tenho dito: os cargos não serão políticos, as indicações serão técnicas”.

 

Reinaldo enfatizou que o mais importante é ter realmente uma estrutura governamental que funcione bem e que alcance as demandas das pessoas. 

 

Segundo ele, as prioridades são aquelas que estão elencadas no Programa de Governo e os partidos da primeira hora são os partidos para trabalhar nesse modelo de gestão. 

 

“Vamos governar com as boas pessoas que existem em cada um dos partidos, mas também as pessoas de fora de partidos. O objetivo é governar para o bem comum do Estado e tudo mundo entendeu esse modelo”, disse.

 

Participaram da reunião os presidentes regionais do DEM, PMN, PPS, SDD e PSDB, Luiz Henrique Mandetta, Gleibe Rosa Máximo, Athayde Nery, Alessandro Menezes e Marcio Monteiro, respectivamente. O vice-presidente do PSD, Bosco Martins, e o presidente municipal tucano, Carlos Alberto de Assis, também estiveram presentes. 

 

Os secretários já anunciados para o próximo Governo, Marcelo Miglioli, Professora Rose, Sério de Paula e Eduardo Riedel também estavam na reunião.