Maracaju 100 anos

Capital recebe exposição pública de relíquia de santa que fez milagres no Brasil

Começa neste domingo, 29 de setembro, a primeira exposição pública da relíquia de santa Gianna Beretta Molla em Campo Grande. A santa é conhecida pelos fieis católicos como padroeira das famílias, protetora das gestantes e símbolo em defesa da vida. A ela são atribuídos milagres registrados no Brasil e que motivaram sua beatificação e canonização. A peregrinação começa na tarde de domingo, com sobrevoo juntamente com o arcebispo metropolitano Dom Dimas Lara Barbosa e descida no Parque das Nações Indígenas, por volta das 17h. Em seguida, segue em carreta em direção à Catedral Santo Antônio. A ação promove, ainda, o início da Semana Nacional da Vida, a ser realizada de 1º a 6 de outubro na cidade.

 

De acordo com Dom Dimas, a exposição da relíquia de santa Gianna Beretta Molla durante a Semana Nacional da Vida é de “um simbolismo muito forte”. Médica pediatra italiana, sua trajetória é marcada por grande devoção a Deus e valorização da vida. Grávida do quarto filho, teve sérias complicações na gestação e sabia do risco de morrer. Preferiu, no entanto, oferecer todas as condições de sobrevivência à criança a ter de abortar. Faleceu em 1962, dias depois do parto e sua história foi disseminada em todo o mundo. Desde então, milagres têm sido atribuídos a ela, a maioria ligados a mães com problemas de gestação.

 

Esta será a primeira exposição pública da relíquia de santa Gianna Beretta Molla em Campo Grande. Na Igreja Católica, a relíquia trata-se de algum artefato preservado, utilizado para efeitos de veneração. Pode ser algum tipo de objeto pessoal ou mesmo partes do corpo de um santo ou personagem sagrado. No caso de santa Gianna, a Arquidiocese recebeu há cerca de um ano pedaços das vestes da italiana, que ficarão de forma permanente na cidade. Esse material, no entanto, ainda não havia sido exposto à população.

 

SEMANA NACIONAL DA VIDA

A Semana Nacional da Vida é proposta pela CNBB desde 2005. Trata-se de uma forma de suscitar na sociedade o reconhecimento do sentido e valor da vida humana em todos os seus momentos. Ela será realizada em todo o país de 1º a 7 de outubro, culminando no dia 8, Dia do Nascituro. As comemorações neste ano têm como tema central: “Cuidar da Vida e Transmitir a Fé”.

 

Em Campo Grande a programação será de 1º a 6 de outubro com missas, carreata, palestras e visitas das relíquias de santa Gianna Beretta pela Capital. O relicário irá passar pela Catedral Santo Antônio, Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Santa Casa, Maternidade Cândido Mariano, Recanto São João Bosco (antigo asilo), Cidade de Deus (lixão) e ainda no 5º Congresso Estadual da Renovação Carismática Católica (RCC).

TESTEMUNHOS
No dia 5 de outubro, duas pessoas envolvidas diretamente no milagre que proporcionou a canonização de santa Gianna Beretta estarão em Campo Grande. Elisabete Arcolino Comparini e sua filha darão testemunho no 5º Congresso Estadual da RCC e em palestra na Catedral Santo Antônio. No final de 1999, Elisabete teve sérios problemas na gestação de sua quarta filha. Diagnóstico médico revelou que ela teria perdido totalmente o líquido amniótico. Negando-se a realizar um aborto, pediu com fervor a intercessão da então beata Gianna Beretta Molla para que preservasse a vida da criança. Em maio de 2000, sem explicação científica, nasceu Gianna Maria, gozando de total saúde.

 

COLETIVA

Na segunda-feira, 30 de setembro, Dom Dimas irá conceder entrevista coletiva à imprensa, às 9h30, na Arquidiocese de Campo Grande. Neste dia, o arcebispo da Capital dará mais detalhes sobre a programação da Semana Nacional da Vida e tratará ainda de assuntos ligados ao evento, como aborto, eutanásia, Estatuto do Nascituro (feto), dentre outros.

 

Confira abaixo a programação da Arquidiocese de Campo Grande para a Semana Nacional da Vida e a primeira exposição pública de santa Gianna Beretta Molla:

 

Programação da Semana Nacional da Vida – “Cuidar da vida e transmitir a fé”

 

29 de setembro (domingo)

16h30 – Sobrevoo com a Relíquia de Santa Gianna Beretta até o Parque das Nações Indígenas

17h – Início da carreata até a Catedral Santo Antônio

18h – Missa na Catedral

 

30 de setembro (segunda-feira)

9h30 – Entrevista coletiva com Dom Dimas Lara Barbosa

Local: Arquidiocese de Campo Grande – Rua Amando de Oliveira, 448, Bairro Amambaí

 

1º de outubro (terça-feira)

19h – Missa na Catedral Santo Antônio

 

2 de outubro (quarta-feira)

6h – Exposição da Relíquia de Santa Gianna Beretta no Santuário Nossa Senhora de Perpétuo Socorro, até as 22h

 

3 de outubro (quinta-feira)

7h – Missa na TV Imaculada Conceição

9h – Visita à Escola Nossa Senhora Auxiliadora

14h30 – Visita ao Recanto São João Bosco (encerra com oração às 16h)

 

4 de outubro (sexta-feira)

8h – Visita à Santa Casa

14h – Visita à Maternidade Cândido Mariano

 

5 de outubro (sábado)

7h30 – Missa no Congresso Estadual da Renovação Carismática Católica (RCC)

9h – Motivação com jovens na Catedral Santo Antônio

9h30 – “Arrastão Jovem” – no Shopping Campo Grande, Feira Central e avenida Afonso Pena

11h – Palestra com Elisabete Arcolino Comparini (Betinha) e Gianna Maria no Congresso Estadual da RCC (Ginásio Poliesportivo Dom Bosco)

16h – Missa na Cidade de Deus (Lixão), com Dom Dimas Lara Barbosa

19h – Palestra com Betinha e Gianna Maria, na Catedral Santo Antônio

 

6 de outubro (domingo)

18h – Missa de Encerramento da Semana da Vida na Catedral

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo