Maracaju 100 anos
MARACAJU

FIEMS instalará centro integrado de educação em Maracaju

O presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (FIEMS), Sérgio Longen, visitou na manhã deste sábado, 06 de Julho, a cidade de Maracaju, para avaliação e visita técnica na área a ser cedida pelo município para a implantação de um centro integrado de educação, comportando salas do SESI e SENAI, com cursos técnicos visando a aperfeiçoamento profissional da população do município.

 

No local onde será instalado o centro o presidente alertou que a área já está aprovada e após este processo burocrático deve ser instalado em Maracaju, “A área já foi cedida e nós aceitamos, o presidente da Câmara já acordou conosco que na primeira sessão de Agosto apresenta a na Câmara, na sequência aprovando na Câmara teremos a cedência para o SESI e SENAI do imóvel, com essa transferência, em Outubro nós estaremos dando a ordem de serviço para iniciarmos a obra aqui” Longen lembrou que é um obra complexa, no entanto, dentre oito e dez meses, já deva estava estar em funcionamento, “ela é uma obra complexa, já que, atende as escolas de ensino continuado do SESI, as escolas de ensino profissionalizante do SENAI, as unidades de saúde do SESI, então esperamos que entre oito e dez meses esteja pronta”, orientou Sergio Longen.

 

 

O vereador Edio Antonio, presidente do legislativo acompanhou o prefeito na recepção do presidente da FIEMS, que estava acompanhado do presidente da FAMASUL, Eduardo Riedel, do Secretario de Desenvolvimento Econômico, Luciano Muzzi, vereador Laudo Sorrilha, secretario da Câmara e demais autoridades, Edio elencou a importância deste momento para a cidade, “este é um momento importantíssimo para nossa cidade e nós enquanto poder legislativo somos solidários a todas as ações que venham para desenvolver o nosso município, Maracaju é o epicentro do desenvolvimento do estado e este centro de treinamento vai capacitar mais de mil e quinhentas pessoas para poder estar preparado para a chegada dessas indústrias e Maracaju esta assim em um processo de desenvolvimento intenso e nós somos parceiros”.

 

 

O prefeito de Maracaju, Maurílio Azambuja enfatizou que o compromisso de trabalho esta sendo cumprido junto à comunidade e este é mais um passo na sequência de trabalho para o crescimento da cidade, “nós assumimos a prefeitura com o compromisso de trabalho e atender a população de Maracaju, bem atendida, isso nós estamos fazendo, buscando grandes parceiros e a FIEMS é uma delas e a trabalho está acontecendo, vamos continuar cumprindo com nossa tarefa”, Maurílio disse que o valor a ser investido vem de encontro com o que a população necessita para se qualificar, “nós estamos preparando Maracaju para o futuro, mas, o futuro é agora, e esta parceria com a FIEMS é um grande investimento para Maracaju, esta área custa em torno de três Milhões de Reais e o investimento da federação em cerca de seis milhões que dará um suporte extremamente necessário para o crescimento da cidade e melhoria na capacitação das pessoas” finalizou Maurílio.

 

 

Maracaju, pólo de desenvolvimento do Estado.

 

Longen destacou também que Maracaju é um ponto essencial em logística para o desenvolvimento do estado, assim, a FIEMS estará de certa forma fortalecendo ainda mais a região para o desenvolvimento industrial do MS, quiçá, do Centro Oeste, “Nós temos um programa chamado – PDR, Programa de Desenvolvimento Regional, formados pela FIEMS, FAMASUL, FECOMÉRCIO e SEBRAE, neste projeto nós temos algumas reivindicações aos municípios; fizemos algumas solicitações ao prefeito Maurílio e uma delas ele inclusive já colocou em prática, que é o funcionamento integral em horário de expediente do município, entendemos então que a prefeitura integra conosco um grande programa para o desenvolvimento regional” de acordo com o presidente “trabalhar oito horas por dia, é que nós precisamos para desenvolver a região; o prefeito fez junto com a Câmara de vereadores uma grande ação e nós precisamos fazer com que as prefeituras sejam grandes agências de desenvolvimento e desta forma a comunidade tem que receber o serviço da prefeitura, ou seja, a prefeitura deve ser agência de desenvolvimento e não agência fiscalizadora e reguladora” enfatizou Longen.

 

 

 Acompanhado de autoridades prefeito visitou o terreno que será doado ao SESI e SENAI.

 

área foi aceita pela FIEMS e após o processo de documentação dará início às obras.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo