POLICIAL

Kombi incendiada é mistério para bombeiros e servidores do Parque dos Poderes

A Kombi foi vista nesta manhã por servidores da Secretaria Estadual de Educação

 

A carcaça de uma Volkswagen/Kombi ainda é mistério para quem passa pela Avenida do Poeta, no Parque dos Poderes em Campo Grande. Ela foi incendiada e ainda há água empossada em seu interior indicando que o fogo foi contido, porém não pelo Corpo de Bombeiros, que nem estava sabendo do ocorrido.

Assim como se espantou o analista técnico, Daniel Camargo, de 42 anos. Ele estacionou na vaga em frente a Kombi, para realizar um serviço na Secretaria Estadual de Educação e disse ter ficado surpreso.

“As cinzas estão todas aqui. Cheguei há uma meia hora e ela já estava aqui. Não tem cheiro de fumaça nem nada, então parece que foi de madrugada”, afirmou ao Midiamax esta terça-feira (27).

Segundo a recepcionista da Secretaria, em que a Kombi está estacionada em frente, ninguém descobriu o que aconteceu.

“Acho que foi final de semana, porque o agente patrimonial que fica na madrugada não comentou nada com quem chegou pela manhã. Ou então até queimaram em outro lugar e deixaram ela aí”, explicou Márcia Regina Diniz, 49 anos, trabalha há dois na Secretaria de Educação.

O Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) foi procurado pela reportagem, mas afirmaram não terem recebido nenhuma ocorrência com uma Kombi incendiada.

A assessoria do Corpo de Bombeiros irá pesquisar nas ocorrências do último feriado para confirmar o fato ainda esta manhã. Já a assessoria da Polícia Militar também afirmou que não há registros de chamados recentes sobre alguma Kombi no incendiada.

A veterana Kombi se despedirá das ruas brasileiras logo. A Volkswagen lançou este mês a Kombi Last Edition, que marca o fim de 56 anos de produção, já que a partir de 2014 todos os carros terão que ter freios ABS e airbag, que o modelo não tem.

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo