Maracaju 100 anos
NOTÍCIAS

PRE prende paranaense com 73 quilos de maconha em Amambai

Vilson Nascimento

 PRE prende paranaense com 73 quilos de maconha em Amambai

Paranaense havia pegado a maconha em Coronel Sapucaia e levaria para Bauru em São Paulo

Cleverson Henrique Armeliato Silva, de 33 anos, segundo ele, morador em Cascavel, no Paraná, foi preso por uma equipe da Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE), na madrugada desse domingo (24), transportando 73 quilos e 835 gramas de maconha, em Amambai.

A prisão aconteceu na Rodovia MS-156, trecho que liga Amambai a Tacuru, a cerca de 21 quilômetros da cidade.

Segundo a PRE, os policiais realizavam abordagens para vistoria de rotina em frente da base operacional, situada no quilômetro 11 da citada rodovia, quando tentaram abordar a Parati, cor preta, placas CSX 2892 de Botucatu-SP, conduzida por Cleverson.

De acordo com a polícia, ao notar que seria abordado, o acusado teria ignorado a ordem de parada e segundo em alta velocidade em direção a Tacuru.

Diante da situação, os policiais iniciaram uma perseguição, nos meios policiais chamada de “acompanhamento tático”, e conseguiram interceptar o veículo cerca de 10 quilômetros adiante, segundo a PRE, após a Parati apresentar problema mecânico.

Durante vistoria no interior do veículo, os policiais encontraram, no bagageiro da Parati, vários tabletes de maconha, que depois de pesados, totalizaram os mais de 73 quilos da droga.

Ao receber voz de prisão, Claverson, que segundo ele próprio, já foi preso por assalto em Curitiba, no Paraná, teria relatado que havia pegado a droga na região de Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai e receberia R$ 4 mil reais para levar a maconha até a cidade de Bauru, no estado de São Paulo.

O acusado, que segundo a PRE, não portava nenhum documento de identificação pessoal, apenas uma declaração onde aponta ter perdido a documentação, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai para ser autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo