Inmet alerta para onda de calor e umidade abaixo de 12% em Mato Grosso do Sul

Foto: Saul Schramm

Mireli Obando, Subcom 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu diversos alertas para Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (20). Um deles é para onda de calor e os outros três alertam para os riscos da baixa umidade que possui níveis diferentes para cada região.

A cor vermelha, que sinaliza o risco considerado mais grave, alerta para a umidade relativa do ar que pode ficar abaixo de 12% em alguns municípios da região pantaneira, norte e leste. Essa condição oferece elevados riscos de incêndios florestais e também à saúde, como doenças pulmonares, dores de cabeça e etc. 

Página do Inmet alerta para onda de calor e baixa umidade em MS

As orientações principais são: tomar bastante líquido, evitar atividades físicas que podem ser nocivas com o tempo seco, evitar exposição ao sol, usar hidratantes corporais e umidificar os ambientes. Evite bebidas diuréticas como café e álcool também estão na lista de recomendações. 

O aviso considerado de grande perigo é válido para  20 municípios das regiões pantaneira, norte e leste: Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora e Três Lagoas. 

Já o alerta laranja sinaliza perigo para umidade do ar que pode variar entre 20% e 12%, oferecendo risco de incêndios florestais e à saúde vale para 52 municípios do Estado incluindo a Capital. Apenas a região sul e parte da região sudoeste estão no alerta amarelo para umidade do ar entre 30% e 20%, onde é baixo o risco de incêndios e a saúde. 

A onda de calor vale para todo o Estado e avisa para que as temperaturas devem ficar em média 5ºC acima da média por um período de 02 até 03 dias.

Alertas Defesa Civil

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul conta com um serviço de SMS que dispara alertas diversos para o cidadão cadastrado. 

O serviço oferecido gratuitamente é uma ferramenta importante pois os alertas vêm com orientações. Para aderir ao sistema, o cidadão deve enviar mensagem de texto para o número 40199 com o CEP da residência. 

A partir do cadastramento, o telefone e o endereço são automaticamente incluídos na lista de envio dos alertas sempre que houver risco de desastres naturais na região indicada. 

Vale ressaltar que a ferramenta não se trata de previsão do tempo, mas de alertas que serão enviados sempre que houver situação que requeira atenção especial ou medidas preventivas.