Maracaju 100 anos
DESTAQUES

SuperChef Merendeira: Receitas de São Gabriel do Oeste, Brasilândia e Miranda são as vencedoras da competição em 2024

Assessoria de Impremsa SEBRAE

Na noite dessa quinta-feira (16), as vencedoras da etapa estadual da competição SuperChef Merendeira foram anunciadas em uma cerimônia de premiação realizada na sede do Sebrae/MS, em Campo Grande. A iniciativa é promovida pela instituição, por meio do programa Cidade Empreendedora, executado em conjunto com as Prefeituras Municipais e, nesta fase, contou com a parceria do Sistema Fecomércio, por intermédio do Senac MS.

A grande ganhadora da disputa foi a receita “Maravilha de frango” desenvolvida em São Gabriel do Oeste por Mônica Morais Batista. “É muito bom receber esse prêmio. Foi uma emoção muito grande porque eu sempre vi a minha mãe fazendo essa receita de torta, aí eu fiz uma adaptação para as crianças com a inserção dos hortifrutis e as massas coloridas que aprendi no workshop do Sebrae. Eu faço a receita a cada 15 dias, minhas crianças comem e sempre querem mais, então, para mim é uma alegria muito grande”, expôs a vencedora.

Na sequência, como vice-campeã, ficou a merendeira Bia de Lima Doó de Brasilândia, com o prato “Arroz temperado com a farofa da tia Bia”. “Foi uma experiência muito gratificante, porque eu fiz o prato com muito amor e carinho do jeito que eu faço para as minhas crianças e deu certo. Eu estava muito ansiosa, apesar de essa ser uma receita que eu sempre fiz na escola e todos adoram. Usei mais de 20 itens da agricultura familiar e funcionou, estou muito feliz e volto para casa com muito mais autoestima”, comemorou.

E, em terceiro lugar, quem levou a premiação para casa foi Sara Ramirez Aragão, de Miranda, com o prato “Bobó nutritivo”. “Eu pensei que eu ia levar para minha cidade só um certificado, então, me surpreendi com o fato de ter ganhado o prêmio e agora vou levar esse troféu. É uma felicidade imensa, porque eu achei que não era capaz e aqui eu aprendi muita coisa, a fazer o sal de ervas e aproveitar cada parte dos alimentos até cascas e talos. Tudo a gente utiliza e receber o prêmio é uma valorização do nosso trabalho”, pontuou.

Sem permissão de utilizar alimentos ultraprocessados e com o uso obrigatório de, pelo menos, três ingredientes oriundos da agricultura familiar e uma proteína, neste ano, além das vencedoras também participaram da competição representantes de outros três municípios: Marta Soares de Deodápolis, com a receita “Galinhada nutritiva”; Marilza Mendes de Ladário, com o prato “Tilápia à moda pantaneira”; e Keila Querina de Aparecida do Taboado, com “Arroz nutritivo com filé de tilápia em molho salada primavera”. As seis merendeiras que disputaram a fase estadual foram vencedoras nas etapas municipais de cada cidade, realizadas de março a maio deste ano, junto com as Prefeituras.

Os critérios estipulados na competição vêm para garantir uma alimentação saudável aos estudantes, além de estimular a compra de produtos da agricultura familiar por parte do poder público e, dessa forma, fomentar o empreendedorismo no campo. Segundo o diretor de Operações do Sebrae/MS, Tito Estanqueiro, o SuperChef Merendeira é uma estratégia de desenvolvimento dos municípios que compõe a atuação da instituição por meio do programa Cidade Empreendedora.

“É importante destacar que o trabalho que envolve a competição acontece nas cidades. Nós levamos conhecimento e qualificamos cerca de 150 merendeiras com um workshop para que elas pudessem desenvolver as receitas com os alimentos da agricultura familiar. Com isso, promovemos a valorização dessas profissionais e também dos pequenos produtores, pois estimulamos as prefeituras municipais a comprarem localmente dessas famílias que vivem no campo, o que gera renda e fomenta a economia”, destacou Estanqueiro.

Para o coordenador pedagógico do Senac Turismo e Gastronomia, Alexandre Carneiro, a ação se faz relevante também para a melhoria das refeições que são oferecidas nas escolas. “O Senac tem expertise na área da gastronomia com uma ampla estrutura nas cozinhas profissionais, então, nós somos parceiros para ajudar no brilhantismo desse evento, principalmente, por compreender a importância da ação para garantir uma alimentação de qualidade para as crianças, que necessitam disso para ter um bom desenvolvimento, e trazer uma formação profissional às merendeiras que tem um papel fundamental nesse processo”, pontuou.

As profissionais que destacaram na competição foram premiadas com um troféu, além disso, a classificada em 1º lugar recebeu uma smart TV 55”; a vice-campeã ganhou uma smart TV 43” e a que ficou em 3º lugar foi presenteada com um celular android. As três também ganharam um voucher para usufruir de uma experiência gastronômica em Bonito que inclui um curso de aperfeiçoamento com o chef de cozinha, consultor do Sebrae/MS, Paulo Vasconcelos.

Além das merendeiras, a cerimônia de premiação também homenageou outras profissionais envolvidas no processo de alimentação escolar: as nutricionistas de cada município participante receberam uma placa de reconhecimento ao trabalho desenvolvido. A honraria também foi entregue aos produtores da agricultura familiar que atuam nas cidades, como forma de valorizar a profissão e o empenho deles em oferecer alimentos de qualidade.

Etapa estadual do Desafio

O primeiro momento da etapa estadual do SuperChef Merendeira aconteceu durante a manhã dessa quinta-feira (16), no prédio do Senac Turismo e Gastronomia, onde as profissionais que se destacaram em cada município fizeram a preparação dos pratos e os apresentaram a uma banca avaliadora. Composta por cinco jurados, a comissão contou com a participação de Rafael Gomes, vencedor do programa MasterChef em 2018. Formado em gastronomia pelo Institute of Culinary Education, em Nova York, o renomado chef é destaque no setor, principalmente, pelo domínio técnico e criatividade. Em 2023, ele foi eleito Chef do Ano, segundo o Prêmio Comer & Beber, da Veja Rio.

“Foi muito interessante ver como elas pensam para confeccionar essa comida que é tão gostosa e afetiva, e ao mesmo tanto, usando os produtos que elas precisam para poder alimentar cerca de 200, 300, 500 crianças por dia. Percebemos, o amor, o carinho e o cuidado que elas têm no que elas fazem e isso refletiu muito nos pratos que foram entregues. Todas as receitas estavam muito boas, um prato ganhou do outro por detalhes, porque a qualidade do que foi apresentado estava muito alta, então, considero todas as participantes vencedoras”, ressaltou Rafael.

Também fizeram parte da comissão avaliadora a nutricionista da secretaria de Estado de Educação, Adriana Rossato Souza, a chef de cozinha e docente da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Míriam Arazini, e duas profissionais que atuam no Senac MS: Vera Krabbe, docente de Turismo e Gastronomia e Melina Ribeiro Fernandes, nutricionista e docente de Turismo e Gastronomia.

Cidade Empreendedora

Essa é a terceira edição da competição realizada em Mato Grosso do Sul pelo Sebrae/MS. A iniciativa é voltada para municípios que pertencem ao programa Cidade Empreendedora – um pacote de soluções oferecido pelo Sebrae/MS a partir da adesão das Prefeituras Municipais com a proposta de promover o desenvolvimento a partir do fortalecimento dos pequenos negócios.

Ao todo, em 2022 e 2023, a disputa já reuniu 28 cidades no Estado: Água Clara, Amambai, Bandeirantes, Batayporã, Bela Vista, Camapuã, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dourados, Inocência, Jaraguari, Jardim, Maracaju, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo, Selvíria, Sonora e Terenos.

Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas por meio do número 0800 570 0800 ou pelo site cidadeempreendedora.ms.sebrae.com.br.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo