Comércio deve manter 10% dos trabalhadores temporários contratados no fim do ano

A Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviço de Mato Grosso do Sul (Fetracom-MS) estima que pelo menos 10% dos 10 mil profissionais temporários contratados para atuar no comércio no fim do ano de 2013, permanecerá no mercado a partir de janeiro deste ano.

 

Atualmente o mercado emprega 90 mil trabalhadores em todo o Estado. De acordo com o presidente da Fetracom, Idelmar da Mota Lima, somente em Campo Grande foram  quatro mil trabalhadores temporários contratados.

 

Em Dourados, o Sindicato dos Empregados no Comércio (Secod )calcula a contratação de 800 trabalhadores para reforço desde outubro. O presidente, Pedro Lima diz acreditar que muitos permanecerão nas vagas tanto pelo desempenho profissional e também pela carência que as próprias lojas terão com a economia aquecida.

 

Em Três Lagoas foram contratados em torno de 300 temporários para reforçar as vendas de Natal, de acordo com o  Sec-TL  (Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Lagoas). Os sindicatos dos comerciários de Ponta Porã, Corumbá, Maracaju, Naviraí, Paranaíba e Aquidauana também apontam números consideráveis de trabalhadores provisórios contratados desde outubro. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here