MARACAJU

Programa Mão Estendida realizou reunião socioeducativa com famílias beneficiadas no programa

O Programa de Ação Social Mão Estendida que tem por objetivo atender as famílias de baixa renda do município e do Distrito de Vista Alegre, entrou no seu terceiro mês de funcionamento e atende hoje um total de 600 famílias. Aconteceu ontem, 27, a primeira reunião socioeducativa com as famílias participantes do programa da região da Vila Nenê Fernandes, Geazone, Nestor Muzzi. As reuniões acontecerão mensalmente por região. Essa é a contrapartida das famílias, a participação nas reuniões. Ali são discutidos vários assuntos incluindo a forma de distribuição das cestas. O ponto alto na reunião é a união das famílias e as palestras feitas onde abrangem temas diversos. Ontem foi discutido e debatido o tema “Família e a sua Importância e a Participação na Sociedade Civil Organizada”.

 

Para as beneficiadas Valdirene Pereira de Souza e Neidi Cardoso, essa nova maneira de entregar a cesta é muito bom, além dos encontros, que ajudam na orientação familiar, e onde procurar a ajuda certa para a necessidade de momento, em todos os aspectos, para as beneficiadas o Mão Estendida é um programa fantástico.

 

A primeira dama Leila Gonçalves Azambuja durante a reunião, disse que a preocupação da administração não é somente em dar o alimento, mas sim em acompanhar as famílias e orientá-las.  ”Estamos fazendo aquilo que é de melhor para as famílias, ajudando a buscar alternativas de vidas, aqui nós acompanhamos tudo, desde a entrega dos alimentos até a saúde, palestras de orientação, discutimos sobre a violência doméstica, filhos e os caminhos difíceis de educar, como evitar o as drogas, enfim uma equipe multidisciplinar de várias secretarias para atender bem essas famílias”. Disse a primeira dama.

 

 

Para a Secretária de Assistência Social Eliane Simões, esse é um programa diferente do que foi feito até hoje. “Antes a preocupação era dar a cesta, aquelas enormes filas para pegar, agora não. As cestas são levadas em casa no dia certo, Assistimos a família como um todo, uma boa orientação é tão importante quanto o alimento”. Disse Eliane.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo