Fogos de artifício vendidos no 'mercado negro' em Dourados pode levar perigo a população

Fogos de artifícios são encontrados em lojas regulares e irregulares em Dourados – Fotos: Eduarda Rosa

Eduarda Rosa

Com a chegada das festividades do final do ano a utilização de fogos de artifícios cresce e as vendas nos comércios autorizados também. Contudo, locais de vendas não permitidas como mercearias, distribuidoras de bebidas e camelôs compram esses produtos irregularmente no Paraguai e revendem de forma irregular em Dourados.

Apesar de não haver números oficiais, é fácilencontrar empresas que oferecem a mercadoria sem o ‘aval’ de organismos de segurança. Além disso, existe o risco de falha dos fogos, podendo causar queimaduras, lesões e até amputação de membros.

O comerciante, Alexandre Dorneles, procurou o Dourados News e explicou que além dos perigos da comercialização dos fogos sem certificação, a concorrência é desleal, “nós seguimos todas as regulamentações e os que compram no Paraguai e revendem aqui vendem a 60% a menos do valor”.

O Ministério do Exército é o órgão que fiscaliza a fabricação de explosivos – Foto: Eduarda Rosa

Segundo ele, para identificar se o produto tem procedência, a embalagem dos explosivos devem conter as informações sobre o fabricante, o número do lote, a data de fabricação e a categoria que se enquadra.

“Nesses locais ilegais eles nem sabem como funciona a legislação, então não sabem o que não podem ser vendidas para menores, apenas as categorias A e B – estalos e track – acima disso só maior de idade”, disse o comerciante.

Cada tipo de produto pirotécnico tem uma classificação, de acordo com o seu poder de explosão ou queima, estipulada por norma do Ministério do Exército:

Classe A ( Infantil ) – Podem ser vendidos a menores e sua queima é livre (recomendável assistência de adultos).

Classe B (Juvenil) – Podem ser vendidos a menores, mas a sua queima é proibida em terraços, portas ou janelas que tenham proximidade com vias públicas (também sob a assistência de adultos).

Classe C (Adulto) – Venda proibida a menores de 18 anos.

Classe D (Profissionais) – Venda proibida a menores de 18 anos em qualquer hipótese. Só pode ser queimado com licença prévia da autoridade competente.

As fiscalizações são feitas pelo Corpo de Bombeiros (na loja), pela Polícia Civil (quando constada irregularidades) e pelo Exército (durante a fabricação e importação).

Segundo o Tenente Eduardo Teixeira, do Corpo de Bombeiros, para evitar a compra de material clandestino, é importante observar se o local de venda é credenciado, “nas lojas credenciadas, os vendedores são treinados para orientar aos usuários sobre as medidas de segurança”.

O delegado, Antônio Carlos Videira, disse que a Polícia Civil fiscaliza as lojas credenciadas, que tem um alvará especial para funcionamento. “Comerciante tem que ter o alvará especial e seguir as especificações do Exército, pois vender material explosivo sem isso é ilegal”.

O subtenente Josark Dias Cardozo, da 4ª Brigada do Exército em Dourados, do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados, informou que o Exército Brasileiro fiscaliza a fabricação e industrialização dos fogos de artifícios, “em Dourados fiscalizamos lojas que fabricam produtos químicos e usam produtos controlados, mas não o comércio do varejo”.

Veja algumas dicas preventivas do Corpo de Bombeiros:

Precauções:

•Sempre leia e siga as instruções na embalagem;

•Sempre use fogos em locais abertos;

•Sempre armazene fogos em local frio e seco;

•Sempre solte fogos sob a supervisão de adultos e de acordo com a sua idade;

•Nunca tente reutilizar os fogos que tenham falhado;

•Nunca atire fogos na direção de outras pessoas;

•Nunca atire fogos de lugares fechados, como carros ou residências;

•Nunca faça experiências, modifique ou tente fazer seus próprios fogos de artifício;

•Nunca utilize fogos após ingerir bebidas alcoólicas.

•Não desmontar os fogos.

•Não fumar dentro dos estabelecimentos que vendem fogos.

•Antes de usar um produto, ler cuidadosamente as instruções impressas nas embalagens e ter cuidado ao segurar os fogos para evitar acidentes.

Em caso de acidentes:

•Enquanto não houver atendimento no hospital, cobrir a queimadura com um pano limpo.

•Nunca fure as bolhas! Elas servem para proteger a área queimada.

•Não retire roupas grudadas, fragmentos de objetos ou graxas das lesões.

•Não use pomadas sem ordem médica, nem toque as lesões com as mãos.

•Procure Socorro Médico.

•Se houver sangramento, faça um curativo com gaze ou um pano bem limpo.

Lesões causadas:

•Queimaduras;

•Amputação dos dedos e até da mão;

•Se uma bombinha explodir próximo de seus olhos, poderá causar cegueira;

•Trauma acústico.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here